A cédula de crédito bancário como título executivo extrajudicial no direito brasileiro